Dia da Internet Segura é comemorado em 6 de fevereiro

Tema 2018: Criar, Conectar e Compartilhar Respeito


Dia 6 de fevereiro  é comemorado o Dia da Internet Segura. No entanto, muitos internautas ainda sofrem com golpes e fraudes, tanto que um levantamento realizado pela Kaspersky Lab mostra que mais de 30% dos brasileiros sofreram ataques online no ano passado.

O Dia da Internet Segura é uma iniciativa anual com objetivo de envolver e unir diferentes públicos, na conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável da Internet, nas escolas, universidades, ONG’s e na própria rede. Criado pela Rede Insafe na Europa, ela reúne atualmente mais de 100 países para mobilizar usuários e instituições em torno da data e estimular um uso livre e seguro.

Confira 10 importantes dicas de segurança na internet

Usar a internet para fazer compras, acessar dados bancários e até mesmo navegar nas redes sociais e assistir a vídeos é prático, rápido, fácil e já está interiorizado no dia a dia da maioria das pessoas com fácil acesso ao mundo digital. Entretanto, é preciso ter cuidado com os riscos que essa facilidade pode causar.  Não é incomum computadores, celulares e outros dispositivos eletrônicos com acesso à internet serem contaminados com os famosos malwares, os vírus. Eles são ferramentas poderosas de pessoas de má fé, que podem ter acesso a dados confidenciais, como senhas de banco.


A internet não é totalmente segura, mas isso não significa que você tenha que ter medo de usá-la. Muito pelo contrário: seguindo esses passos e usando o bom senso, é possível navegar tranquilamente sem correr grandes riscos. 

Contudo, há maneiras de se proteger dos vírus e se manter seguro na internet. Confira algumas dicas de segurança na internet abaixo:

1. Aprenda sobre o mundo virtual
Informe-se. Não há nada melhor do que saber maneira de se prevenir das ameaças on-line. Procure sempre informações na internet, cursos, palestras e maneiras de se proteger. E caso haja algum problema com seu computador, leve seu equipamento até um especialista em T.I pois esses profissionais são os mais indicados para resolver qualquer problema operacional ou de contaminação que seus aparelhos venham a ter.

2. Não salve suas senhas
Elas são restritas e de uso pessoal. Por isso, não salve suas senhas no computador - nem no seu e muito menos em algum de uso compartilhado. O mundo da internet é muito perigoso e um deslize pode fazer você ter seus dados descobertos. Melhor prevenir que remediar. 

3. Altere suas senhas periodicamente
Passar muito tempo com uma única senha é um erro muito cometido. Altere sempre suas senhas, para que seja mais difícil que outras pessoas descubram seus dados confidenciais. Também lembre-se de usar letras, números e símbolos na criação das suas senhas. Não esqueça de evitar usar a mesma palavra-chave para serviços diferentes.

4. Não instale softwares suspeitos
Na dúvida, não instale. Os programas podem estar infectados e conter malwares que podem roubar dados do seu computador. Opte por aqueles softwares de empresas que você já conhece e das renomadas no mercado. 

5. Atenção aos downloads
Assim como softwares, outros downloads também podem te levar a problemas com a sua máquina. Jogos, filmes, músicas, caso não bem selecionados, podem ser baixados com algum vírus e causar grandes dores de cabeça. Fique atent@ a isso e não esqueça de fazer o download por meio de sites confiáveis e renomados. 

6. Cuidados com os links que você clica
Atenção redobrada nesse caso. Muito cuidado com os links que você clica, principalmente nas redes sociais como Facebook e Twitter. Histórias diferentes, curiosas e engraçadas demais podem ser uma armadilha para sua proteção contra vírus e ataques cibernéticos. Use do bom senso e pesquise sobre o assunto, com o intuito de arranjar uma fonte confiável para o tema.

7. Atualize seu antivírus
Ele é sua defesa contra os malwares da internet. Ter um antivírus atualizado é uma das melhores saídas para obter proteção. Faça as renovações assim que for solicitado - ou em um prazo semanal - e evite passar muito tempo sem utilizá-lo. As versões pagas são mais completas e com mais garantias de segurança.

8. Não acredite em super promoções da internet
A famosa expressão norte-americana “não existe almoço grátis” é verdadeira no mundo capitalista em que vivemos. Propagandas de objetos com descontos astronômicos, em sites que você nunca ouviu falar, e anúncios de que você foi o milionésimo a acessar alguma página na internet são indícios de que há algo errado. Um vírus pode invadir seu computador, caso clique em links encontrados em situações parecidas, e ter acesso aos seus dados pessoais.

9. Fique atentos aos falsos e-mails e anexos
Muitas vezes os e-mails são corrompidos e falsos e-mails caem na sua caixa de entrada. É muito comum se tratarem de assuntos como traição, emprego, dinheiro e rastreamento de encomendas. Não clique em links ou anexos enviados por endereços virtuais desconhecidos. 

10. Verifique se o site é seguro
O Google oferece uma certificação de segurança aos sites. Quando o gigante da tecnologia enxerga um endereço virtual como perigoso, o próprio navegador indica isso ao usuário. Em outros casos, até mesmo o antivírus bloqueia o site e alerta perigo.

11. Navegação                                                                                                                                                Quando estiver navegando na internet, não entre em sites perigosos. Segundo o analista de segurança da Kaspersky Lab, Thiago Marques, os cibercriminosos usam conteúdo mórbido como um gancho para sites infectados, pois os internautas são atraídos por conteúdos questionáveis. Fique atento também às promoções e descontos muito vantajosos e sempre verifique as páginas oficiais das empresas que estão sendo citadas nas promoções.                                                                                                                      12. Conexão                                                                                                                                         Tenha cuidado ao se conectar em redes de Wi-Fi pública, pois os seus dados podem ser interceptados. Quando estiver em dúvida em relação a segurança, use uma rede privada virtual (VPN) e evite entrar em e-mail, redes sociais ou aplicativos de banco.


13. Privacidade


As empresas de internet costumam rastrear os hábitos de navegação dos usuários para poder vender anúncios. No entanto, essas informações também podem ser usadas por hackers, por isso, dê preferência por usar janelas anônimas e verifique as configurações de privacidades de sites, navegadores e redes sociais.


14. Redes sociais


As redes sociais criaram uma nova forma de interação entre as pessoas. Os internautas tendem a publicar muitas informações pessoais sem se lembrarem que tudo que é publicado na internet fica lá para sempre. Mesmo que você exclua uma foto ou comentário, isso não impede que outra pessoa tenha copiado essa publicação. 


Além disso, é preciso ter um filtro sobre tudo que se publica. Informações como localização, escola dos filhos, documentos e cartões de embarque de avião, por exemplo, podem ser usados por cibercriminosos em fraudes.

As senhas de acesso para redes sociais, e-mails e cadastros em sites são um dos itens mais buscados pelos cibercriminosos. A invasão a um cadastro de e-commerce, por exemplo, pode fornecer informações importantes, como endereço residencial, número de telefone e números de cartão de crédito.
Por isso, a recomendação é a criação de senhas fortes. O ideal é evitar códigos fácies de adivinhar, como “1234”, e criar senhas de pelo menos 15 caracteres, combinando letras, números e caracteres especiais. Sempre que possível, ative a função de verificação de duas etapas, oferecida por redes sociais e e-mails.  ( fonte das dicas: Olhar Digital e gizmodo.uol)      
15.  Oriente as crianças
Vamos ser sinceros: ninguém vai ficar olhando tudo o que uma criança faz na web o tempo inteiro. Se você tem filho, irmão mais novo, primo, sobrinho ou qualquer coisa que já entre na internet, é importante orientá-lo para que ele não caia em golpes.                                                                                                         

Estes vídeos a seguir são muito bons como instrução dos cuidados na internet:

1- https://www.youtube.com/watch?v=o3BQH6LNGXU

2- https://www.youtube.com/watch?v=92HSHRsI76c




Comentários

Postagens mais visitadas